Passar para o conteúdo principal
x
A Voz dos Jovens- Escola Secundária de Carcavelos
Quinta, Novembro 29, 2018

Inserida na Semana da Educação, realizou-se a segunda assembleia de delegados de turma do ensino secundário, redes pública e privada, decorreu a, na Secundária de Carcavelos.

A Assembleia desta quinta-feira foi moderada pelos jovens alunos das escolas Escola Secundária de Carcaleos, Salesianos de Manique e Frei Gonçalves de Azevedo e contou com a presença de vários  delegados de turma do ensino secundário de Cascais. Sob o tema Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, os representantes eleitos nas turmas lançaram várias perguntas ao Executivo da Câmara Municipal composto pelo Presidente Carlos Carreiras, Joana Balsemão, vereadora nas áreas de Qualificação Ambiental e Estrutura Verde, Alterações Climáticas, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), Cidadania e Participação, e Frederico Pinho de Almeida, vereador que detém, entre outros, o pelouro Educação. . 
 
Cada escola tem espaço para perguntas através dos respetivos porta-vozes em duas rondas. Para cada questão, o Executivo dispunha de 6 minutos para responder tendo ainda os alunos a hipótese de réplica caso considerassem a resposta insuficiente (responder à resposta).
 
O tema definido para esta sessão foi o Ambiente e o Desenvolvimento Sustentável e dentro desta área os jovens lançaram perguntas e sugestões relacionadas com a problemática dos plásticos, fiscalização ambiental, mobilidade, reciclagem, dejetos caninos, acessibilidade, envelhecimento saudável, limpeza de ribeiras e mar, estado das infraestruturas, requalificação de áreas ardidas, construção ao longo da costa e incentivos ao uso de veículos elétricos.
 
Entre as várias perguntas que foram feitas foi notória a preocupação com os espaços envolventes às escolas e a limpeza de praias e ribeiras do concelho.

 
Atentamente, os alunos ouviram estas e outras perguntas e as respostas dadas pelo Executivo demonstrando grande atenção e interesse e que em breve vão ficar disponíveis aqui para consulta por  de todos.
 O Executivo tem agora 30 dias para formalizar a resposta às questões colocadas na sala e também às que foram deixadas por escrito.


Sobre Cascais