Passar para o conteúdo principal
x
Banco Europeu de Investimento
Terça, Março 19, 2019

Funções: financiamento de projetos que contribuam para a realização dos objetivos da UE, tanto dentro como fora da UE
Presidente: Werner Hoyer
Conselho de Administração: composto por um membro de cada país da União Europeia, mais um da Comissão Europeia
Fundação: 1958
Sede: Luxemburgo

O Banco Europeu de Investimento (BEI) é detido conjuntamente pelos países da UE.

Os seus objetivos são:
•    Melhorar o potencial da Europa em termos de emprego e crescimento
•    Apoiar ações para atenuar as alterações climáticas
•    Promover as políticas europeias no exterior da UE

O que faz o BEI?


O BEI levanta dinheiro nos mercados de capitais e empresta-o em condições favoráveis a projetos que apoiem os objetivos da UE. Cerca de 90 % dos empréstimos são concedidos para investimentos dentro da UE. Nenhum do dinheiro emprestado pelo BEI provém do orçamento da UE.


O BEI disponibiliza 3 tipos principais de produtos e serviços:

• Empréstimos  – cerca de 90 % do total das suas autorizações financeiras. O Banco empresta a clientes grandes e pequenos para apoiar o crescimento e o emprego e o seu apoio contribui frequentemente para atrair outros investidores.

• Financiamento misto - permite aos clientes combinar o financiamento do BEI com investimento adicional.
•  Aconselhamento e apoio técnico para que o dinheiro seja utilizado da melhor forma.
Os empréstimos de valor superior a 25 milhões de euros são concedidos diretamente pelo BEI. Quando se trata de empréstimos mais pequenos, o BEI abre linhas de crédito para instituições financeiras que, por sua vez, emprestam o dinheiro aos interessados.


Composição

Todos os países da UE são acionistas no BEI. As decisões são tomadas pelos seguintes órgãos:
•    O Conselho de Governadores, constituído por ministros (geralmente os ministros das Finanças) de todos os países da UE, define as linhas gerais da política de crédito
•    O Conselho de Administração, presidido pelo Presidente do Banco, composto por 28 membros designados pelos Estados-Membros e um pela Comissão Europeia, aprova as operações de contração e concessão de empréstimos
•    O Comité Executivo, que é o órgão executivo da Banco e assegura a sua gestão corrente
A Comissão de Auditoria verifica se as operações do BEI são conduzidas de forma correta.
Os serviços do Banco executam as decisões de gestão.

Como funciona o BEI?
O BEI toma as suas decisões de contração e concessão de empréstimos em função dos méritos dos projetos e das oportunidades oferecidas pelos mercados financeiros. Dentro da UE, o BEI tem prioridades de empréstimo específicas. Fora da UE, apoia as políticas da UE de desenvolvimento e cooperação em todo o mundo.
Enquanto organismo independente, o banco toma as suas próprias decisões em matéria de contração e concessão de empréstimos. O Banco coopera com as outras instituições da UE, em especial com a Comissão Europeia, o Parlamento Europeu e o Conselho da UE.

O BEI e o cidadão
Se gere uma empresa ou trabalha no setor público e tem um projeto que pode contribuir para a realização dos objetivos políticos da UE, poderá ser elegível para um empréstimo do BEI. Para se candidatar a um empréstimo, contacte o BEI por correio eletrónico, preencha um formulário em linha ou dirija-se aos seus serviços, disponibilizando informações suficientes que permitam ao Banco avaliar se o seu projeto satisfaz os objetivos da concessão de empréstimos pelo BEI e se tem um plano de negócios bem preparado.


 


Sobre Cascais