Passar para o conteúdo principal
x
AEleva-te Evento Final

O AEleva-te Evento Final decorreu hoje, dia 8 de maio, com alunos das Associações de Estudantes do concelho de Cascais.

Durante todo o ano letivo, estes alunos estiveram a trabalhar com o Movimento Transformers para receberem ferramentas e novas aprendizagens para aumentar a participação cívica jovem e a voz dos mesmos. Entre parlamentos e workshops, trabalharam a comunicação, skills de um dirigente associativo, os desafios do desenvolvimento sustentável, gestão de equipas e resolução de conflitos.

Perante a situação atual, o evento final foi realizado virtualmente, na plataforma ZOOM, e contamos com a presença do Presidente da Câmara, Carlos Carreiras, e o Vereador da Juventude, Frederico Nunes. Ambos reforçam a ideia de que as Associações de Estudantes são um meio para os jovens terem voz e aumentar a participação cívica, motivando-os para também serem adultos ativos. 

As Associações de Estudantes têm um grande impacto na vida escolar e dos jovens. Carlos Carreiras afirma que, no seu tempo, "as Associações de Estudantes eram uma boa escola de formação política, de cidadania e de participação, hoje também o continuam a ser. Continuam a estar presentes".

Este evento final tem como objetivo dar voz às Associações de Estudantes, perante o executivo da Câmara Municipal de Cascais, para apresentarem os problemas encontrados na sociedade e as soluções para que esse problema seja resolvido. 

A Associação de Estudantes da IBN Mucana foi a primeira a subir ao palco, expondo o problema "falta de envolvimento cívico dos estudantes" e o projeto "Inside Out" para os alunos descobrirem as suas aptidões pessoais à comunidade como solução. 

A Associação de Estudantes da Escola Secundária de Carcavelos expôs o problema da elevada abstenção de voto, percecionada nas eleições para associação de estudante da escola. Para contrariar este problema, a AE pretende criar um podcast, uma página de Instagram e debates entre jovens e personalidades da política, de modo a dar maior conhecimento da área.

A Associação de Estudantes Frei Gonçalo de Azevedo reparou numa grande solidão dos idosos, no concelho. Para combater este problema, pretendem criar o projeto "Intergerações", que consiste em reunir jovens interessados para visitar e ajudar os idosos. 

Por fim, a Associação de Estudantes de Cascais expôs a falta de vontade de fazer voluntariado, por parte dos jovens, pelo que criaram um projeto de sensibilização nas escolas sobre o voluntariado e a sua importância bem como formações.

O evento terminou com uma mesa redonda para debater a importância do associativismo e da participação jovem, com a participação de Sara Silva, Chefe de Divisão da Juventude da CMC, Nuno Can, jovem fundador da Impact Academy, 2 participantes do AEleva-te e Inês Alexandre, do Movimento Transformers, como moderadora.

Sara Silva abordou vários projetos que dão voz e que apoiam os jovens para a participação cívica em Cascais, demonstrando que somos um conselho em que o principal objetivo é empoderar os jovens. O empoderamento das associações juvenis permite também chegar aos vários jovens.

Nuno Can salientou ainda a importância da tecnologia para comunicar no curto espaço de tempo e com impacto para os jovens.

O evento termina assim com um grande sentimento de cidadania e de participação e com a frase inspiradora de Carlos Carreiras: "O não está sempre garantido. O sim também pode surgir e aí, sim, mudamos o mundo!".

O AEleva-te é um dos projetos do Programa de Capacitação Juvenil da Cascais Jovem, que tem como objetivo potenciar as competências dos estudantes para que sejam os exemplos dentro das comunidades escolares.

 


Sobre Cascais