Passar para o conteúdo principal
x
2ª Edição do Pancadas- Mostra de Teatro Cómico

O Pancadas é uma mostra de teatro cómico organizada pela Associação Cultural Teatro ao Minuto, que decorrerá aos Sábados durante o próximo mês de Março, para celebrar o dia Mundial do Teatro que é dia 27 de Março e decorrerá no Criarte by Cascais Jovem.

A mostra de teatro Pancadas é dividida em 4 sessões com a seguinte programação:

7 de Março - "As aventuras de Naja" de Bárbara Água, com Filipa Santos e Maria Giestas

Duas amigas, Flor e Lua, que adoram ler e brincar ao Faz de Conta, entram numa aventura pelos livros e pelo Oriente. Uma aventura que as ensina que tudo vai correr bem, basta acreditar em nós próprios. Mas será assim tão fácil acreditar em nós próprios?! Mesmo quando tudo corre mal?! Podemos mesmo confiar num final feliz?! Baseado no livro As aventuras de Abdi da cantora Madonna, esta é uma história de magia e de superação. E é também uma viagem ao mundo do Faz de Conta.

14 de Março - "A última noite do capitão" de Felipe Cabezas, com Filipe Crawford

Tragicommedia dell'arte, adaptação livre de "Le Bravure de Capitano Spavento" (1619) do cómico Francesco Andreini (1548-1624). Este monólogo relata a vida de Francesco Andreini, cómico dell'arte, afastado das tábuas do palco e nostálgico dos anos de glória da comédia italiana dos finais do sec. XVI. Uma carta que escreve ao seu antigo mecenas é a chave que abre o álbum de recordações dos sucessos obtidos há mais de 400 anos. Num estilo muito próximo do "Canto do Cisne" de Tchecov, e do "El Canto de la Rana" de Sinisterra, de carácter histórico, mas, neste caso, passada nos inícios do sec. XVII em Itália, utilizando as máscaras de couro da Commedia e salvando do esquecimento monólogos exultantes e barrocos ditos pelo Capitão, recopiados do texto original de 1619 "Le Bravure di Capitano Spavento" criando deste modo uma adaptação de um dos livros mais sugestivos da Commedia dell'arte, livro que foi motivo de inspiração, plágio e veneração, entre os comediantes desde 1600 até hoje. A encenação é austera, sem recurso à música ou a efeitos de luz, transitando entre a tragédia e a comédia, entre a alegoria e a crua realidade, num registo de teatro intimista onde sobressai o relato pungente de Andreini, e a fantasia do Capitão, personagem que, segundo Julio Vélez-Sainz, seria o gérmen inspirador de Don Quixote de Cervantes.

Filipe Crawford é o intérprete desta versão portuguesa da peça de Cabezas, também ele comediante especialista na Commedia dell’Arte, que, com 60 anos assume aqui a personagem de um velho ator que já foi famoso e se encontra agora esquecido e na miséria. Para além do interesse histórico e teatral da peça, que é uma lição de teatro, pretende-se com a sua temática alertar também para a precaridade trágica da vida dos artistas, muitas vezes condenados a um fim de vida votado ao esquecimento.

Duração: 1h10

Maiores de 12

 

21 de Março - "Amor e Redes Sociais" de Marco Pedrosa, com Marco Pedrosa e Nina Morena

Depois do sucesso da 1ª temporada com as sessões esgotadas, a comédia "Amor e Redes Sociais" está de volta! Uma comédia atual com tendências românticas sobre a influência das redes sociais numa relação. Um acontecimento inesperado irá surpreender este casal, Miguel e Susana, ele humorista, ela psicóloga, ambos a viver uma relação com altos e baixos, oscilando entre a confiança e os ciúmes, entre a comunicação e jogos. Mas nada os preparou para uma surpresa que virá de onde menos esperam, das redes sociais, que eles tão habilmente utilizam, onde seduzem e realizam novas conquistas. Nem imaginas o que lhes está prestes a acontecer

Duração: 1h15

Maiores de 16

 

28 de Março - "Conexões", com Lúcia Magalhães, Paulo Cintrão e Ricardo Karitsis

Todos nós temos estórias que povoam as nossas memórias, estórias que não são nossas, contudo apoderamos delas, como se as tivéssemos vivido. Este é o ponto de partida do espetáculo Conexões. Através de estórias partilhadas entre público e atores, os Sem Rede, apresentam o novo espetáculo de teatro de improviso - Conexões - que cria e recria estórias completamente improvisadas que são desembrulhadas das memórias, para ganharem forma no espaço cénico.

Duração: 1h15

Maiores de 16

 

4 de Abril - Espetáculo vencedor do concurso

Ver mais informações nas redes sociais do Teatro ao Minuto ou contactar: pancadas@teatroaominuto.pt


Sobre Cascais