Passar para o conteúdo principal
x
ODS 1 EM AÇÃO | ERRADICAR A POBREZA
Quinta, Agosto 23, 2018

Depois da última notícia que lançámos na terça feira, acerca da erradicação da pobreza, vimos agora lançar-te vários desafios: não só que conheças algumas organizações que têm como objetivo o tema deste ODS, acabar com a pobreza no mundo, mas também que, se tiveres interesse e vontade, sejas um dos voluntários que parte da aventura de ajudar os que mais precisam por esse mundo fora!

A primeira organização é a Care, presente em 94 países, que tem como missão salvar vidas, erradicar a pobreza e alcançar justiça social. O seu foco são as meninas e as mulheres, uma vez que são elas os rostos da pobreza nas comunidades mais pobres do Mundo. Além disso, as quase sete décadas de experiência da Care mostram que a capacitação da população feminina é a chave para famílias inteiras saírem de uma situação de pobreza extrema.

A Care foi fundada nos Estados Unidos em 1945. Nasceu da junção de 22 organizações norte-americanas que se mobilizaram para apoiar os sobreviventes da II Guerra Mundial, através do envio de “Care Packages”, que continham alimentos e outros bens essenciais.

Atualmente, a organização é uma confederação internacional de 14 organizações e encontra-se entre as primeiras organizações deste género a chegar ao terreno numa crise humanitária. E é das últimas a partir. Durante uma situação de emergência, a organização satisfaz as necessidades imediatas das pessoas afetadas, fornecendo comida, abrigo, água potável e produtos de higiene. Através dos seus programas de emergência, a Care presta auxílio anualmente a 12 milhões de pessoas.

Além disso, ajuda ainda pessoas, famílias e comunidades a construírem as suas vidas após uma crise humanitária. A organização prepara-as ainda para lidarem com catástrofes futuras, de modo a mitigar o seu impacto.

A segunda organização que decidimos destacar é a AMI – Assistência Médica Internacional, uma ONG de ajuda humanitária portuguesa. Destina-se a lutar contra a pobreza, a exclusão social, o subdesenvolvimento, a fome e as consequências da guerra em qualquer parte do Mundo.

Na área internacional, a organização desenvolve três grandes tipos de intervenções, como Missões de Emergência; Missões de Desenvolvimento com equipas expatriadas; Projetos Internacionais em Parceria com Organizações Locais (PIPOL).

Fundada em 1984 pelo médico-cirurgião urologista Fernando Nobre, assume-se como uma organização humanitária inovadora em Portugal, vocacionada para missões internacionais. Desde 1987, a organização já realizou missões em 79 países, tendo enviado centenas de voluntários e toneladas de ajuda. Em Portugal, a AMI dispõe atualmente de 16 equipamentos e respostas sociais: 9 centros Porta Amiga, 2 abrigos noturnos, 2 equipas de rua, 1 serviço de apoio domiciliário e 2 polos de receção de alimentos do FEAC.

A AMI desenvolve a sua atividade nas mais variadas áreas: água e saneamento, alimentação e nutrição, ambiente, educação e formação, inclusão social, luta contra a pobreza e saúde.

Se algum destes projetos te suscitou algum interesse, não deixe de te informar e quem sabe possas passar a fazer parte deles. Deixa-te inspirar por este espírito voluntário!

 

VAMOS TRANSFORMAR O MUNDO


Sobre Cascais