Passar para o conteúdo principal
x
ODS 5 EM AÇÃO | IGUALDADE DE GÉNERO
Quinta, Setembro 20, 2018

Na terça-feira, partilhámos contigo o quinto objetivo de desenvolvimento sustentável, acerca da igualdade de género e que pretende  alcançar a igualdade de género e empoderar todas as mulheres e raparigas.

Como tem já vindo a ser habitual, partilhamos hoje contigo agora algumas ideias e algumas iniciativas que te podem não só inspirar, mas também proporcionar experiências que irão mudar a tua vida e a daqueles que te rodeiam.

O Grupo EDP identifica como áreas prioritárias de intervenção a igualdade de género, a integração de pessoas com deficiência, a coexistência de gerações variadas e, ainda, a inclusão de diferentes nacionalidades na organização, procurando garantir um ambiente de abertura no local de trabalho onde impere o respeito mútuo e a igualdade de oportunidades.

Neste sentido, podem ser distinguidos os seguintes objetivos: a representação de 27% do género feminino no Grupo EDP até 2020; o aumento contínuo da % de mulheres em cargos de gestão e a representação de 2% de colaboradores com deficiência no Grupo EDP até 2020.

Destacam-se como metas atingidas em 2016, o aumento de 1 pp. face a 2015 da presença feminina global, passando esta a representar 24% do total de colaboradores no Grupo. A presença feminina em cargos de gestão aumentou em 2016 para 25% onde, no segmento gestores se verificou um aumento de 25% para 28%. Relativamente às deficiências, este valor tem-se mantido estável ao longo dos anos, tendo atingido 1,6% em 2016.

Contribuem ainda para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável projetos, parcerias e compromissos que a área de Diversidade e Inclusão do Grupo EDP promove no seu plano de ação.

Neste sentido, projetos como o Tagga o teu futuro, que teve como principal objetivo não só aproximar os alunos do mercado de trabalho, mas também desmistificar a ideia de que as profissões têm género, valorizando a tomada de decisão. Também a formação em enviesamento inconsciente levou à reflexão da organização relativamente aos potenciais preconceitos que podem influenciar processos de recrutamento, desenvolvimento e promoção.

Foram ainda mantidas parcerias com organizações como a Inspiring Future, Professional Women Network, CITE e Associação Salvador que potenciam o plano de ação desenvolvido até 2018.

De realçar os compromissos organizacionais como os Women’s Empowerment Principles da UN, a Carta Portuguesa para a Diversidade ereconhecimentos internacionacionais: Human Resources European Excellence Awards (Diversity and Inclusion Action Plan) e Thomson Reuters Top Diversity Index (12ª posição) que posicionaram a EDP em matérias de diversidade e inclusão.

O Fórum Municipal contra a Violência Doméstica de Cascais, iniciado em 2003, tem atualmente trinta e oito membros de organizações locais. Funciona como plataforma temática, com o objetivo de prevenir e combater a violência doméstica no concelho através da articulação institucional. O âmbito da intervenção do Fórum incide a um nível estratégico na coordenação concelhia da intervenção e definição de prioridades, inscritas em Planos Municipais contra a Violência Doméstica.

A outra sugestão que temos hoje para ti é a leitura do artigo que António Guterres, secretário geral da ONU, escreveu a 8 de março deste ano, intitulado «Quero ser claro: isto não é um favor às mulheres. A igualdade de género é uma questão de direitos humanos». Salientamos frases como «Alcançar a igualdade de género e o empoderamento das mulheres e das raparigas é um trabalho que temos de terminar e constitui o maior desafio em matéria de direitos humanos do mundo atual.» ou ainda «As leis existem mas são frequentemente ignoradas e as mulheres que recorrem à justiça são postas em causa, denegridas ou demitidas. Hoje, sabemos que o assédio e o abuso sexuais têm prosperado nos locais de trabalho, nos espaços públicos, nos lares e em países que se orgulham de seu desempenho em matéria de igualdade de género».

Se estes projetos te interessam ou se conheces alguém que sofra de desigualdade de género de alguma forma, age! Não fiques indiferente e deixa uma marca na tua vida ou na vida de alguém!

 

VAMOS TRANSFORMAR O MUNDO


Sobre Cascais